Orkut Glogin. Tecnologia do Blogger.

Social Bookmark

5 de jan de 2011

'Não sigo muito as tendências da moda', diz Gisele Bündchen

A maior estrela da moda mundial, quem diria, não se preocupa tanto em estar na moda. "Não tenho tempo para ficar pensando o que vestir. Não sigo muito as tendências", revela Gisele Bündchen, que desfila este mês na São Paulo Fashion Week, que tem início no dia 28.

Mesmo assim, a moda segue apaixonada por essa gaúcha de Nova Horizontina. Um caso de amor que começou há 15 anos, quando a moça fazia um passeio de excursão pela capital paulista e foi notada por um olheiro de uma agência de modelos.

"Passei por vários momentos difíceis. Fui para o Japão, com 14 anos, e depois também para Nova York, sem falar nada de inglês", relembra Gisele em entrevista ao G1 (leia abaixo), hoje considerada a top model-ícone da moda pelo site especializado Models.com e a mais bem paga segundo dados da revista "Forbes".


A chegada ao topo não virou sinônimo de acomodação. Em maio passado, cinco meses após dar à luz seu primeiro filho, Benjamim, a top já exibia a boa forma reconquistada em uma campanha de lingerie. Em janeiro, antes de desfilar para a marca de streetwear Colcci na SPFW, Gisele poderá ser vista na capa da primeira edição do ano da "Vogue" japonesa e nas campanha das grifes Balenciaga, Hope e Pantene. A modelo também é garota-propaganda - e idealizadora - de sua primeira linha de cosméticos, a Seja.

Fora os editoriais e semanas de moda, o público deve se preparar para ver Gisele no carnaval carioca. A top ainda estuda o convite da escola Unidos de Vila Isabel para desfilar na passarela do samba. Uma logística complicada, que exige deixar sua mansão em Boston, onde vive com o marido, o jogador de futebol americano Tom Brady, e o filho de 1 ano.

Na entrevista a seguir, Gisele fala sobre carreira, maternidade, e claro, sobre a moda - assunto, que como ela diz, não a preocupa tanto assim.



Famosas / Modelo - 05/01/2011